Início >> Notícias

Notícias

  • Programa de Seminários

"Resposta química de micro-organismos a ambientes extremos simulados: de ciências ambientais à busca de vida fora da Terra".
Prof. Dr. Fabio Rodrigues, Universidade de São Paulo, Instituto de Química

06 de outubro - quinta-feira, 16h
Auditório "Inés Joekes".

Resumo: A presente pesquisa se encaixa dentro da Astrobiologia, área inter e multidisciplinar da ciência que busca entender a vida na Terra e no Universo - sua origem, evolução e a possibilidade de outros planetas de terem condições para abrigá-la. Em especial, a química representa o elo de ligação entre o universo abiótico do biótico, sendo de sumária importância para a compreensão dos fenômenos biológicos, seja em nosso planeta, seja em outros. As interações químicas são a base da co-evolução entre os sistemas biológicos e os sistemas físicos e planetários, sendo a vida influenciada pelas alterações do ambiente e, ativamente, capaz de modificar seu entorno, criando processos de retroalimentação.
A área de pesquisa de micro-organismos extremófilos tem ampliado nossa visão sobre habitabilidade, e hoje, com os avanços das pesquisas em ciências planetárias e astronomia, podemos inclusive vislumbrar a possibilidade real de vida em outros planetas do Sistema Solar e mesmo além dele, nos chamados exoplanetas. Cabe à química contribuir para a astrobiologia, entre outros, com o desenvolvimento de metodologias para a detecção e caracterização dos possíveis sinais vida além da Terra, as chamadas bioassinaturas, para, talvez, responder em um futuro breve se estamos ou não sozinhos no Universo.
Nessa palestra, serão apresentados experimentos em laboratório e em ambientes naturais extremos, usando diferentes técnicas espectroscópicas e analíticas, visando melhor compreender as interações entre micro-organismos e o ambiente, permitindo definir com maior precisão os limites físico-químicos para a vida como conhecemos e sua resposta metabólica, que fornece informações sobre quais bioassinaturas podem indicar presença de atividade biológica. Essas pesquisas são utilizadas tanto para entender a vida em nosso planeta quanto nortear as missões de exploração planetária e busca de vida em outros planetas.