Início >> Institucional >> Histórico

Histórico

O Instituto de Química da Universidade Estadual de Campinas foi criado em 1967, iniciando-se as aulas, em nível de graduação, em 1968. O primeiro laboratório de pesquisa foi montado em 1969 e a instalação do Instituto, em um dos prédios atualmente ocupados, ocorreu em 1971. Ocupa hoje uma área de aproximadamente 32000 m², abrangendo cerca de 2100 m² de laboratórios de ensino, 7100 m² de laboratórios de pesquisa, 2000 m² de salas de instrumentos, 1500 m² de oficinas e almoxarifado e 1320 m² para a Biblioteca, além de salas de aulas, salas de professores, área administrativa e outras dependências. O Instituto de Química formou, até o presente, mais de 1300 bacharéis e mais de 1200 teses de mestrado e doutorado foram defendidas. Dentre os instrumentos de grande porte que o Instituto possui, destacam-se: -Analisador de Área QuantaChrome Autosorb-1 -Analisador de Volume de Poros ASAP 2010- Micromeritcs -Analisador Elementar ( CHNS) - Perkin Elmer 2400 -Analisador Elementar (CHN) - Perkin Elmer 2400 -Análises Térmicas - DMA 983 TA Instruments -Análises Térmicas - DSC 2910 TA Instruments -Análises Térmicas - DSC910 TA Instruments -Análises Térmicas - DTA1600 TA Instruments -Análises Térmicas - TGA 2050 TA Instruments -Análises Térmicas - TGA 2950 TA Instruments -Análises Térmicas - TGA 951 TA Instruments -Análises Térmicas - TMA 2940 TA Instruments -Cromatógrafo Líquido Shimadzu Prominence -Cromatógrafo de Permeação em Gel de Alta -Waters -Cromatógrafo de Permeação em Gel de Baixa -Waters -Cromatógrafos de Alta Eficiência- Waters 600 e 4000 -Difratômetro de Raios X - Shimadzu XDR7000 -Difratômetro de Raios X - Shimadzu XRD6000 -Equipamento de Ponto de Fusão -Marconi MA381 -Espectrofluorímetro Varian Cary Eclipse -Espectrofluorímetro Perkin Elmer LS 55 -Espectrofotômetro de Absorção I.V. Nicolet 520 -Espectrofotômetro de Absorção e Emissão Atômica Perkin Elmer 5100PC -Espectrofotômetros de Absorção I.V. FTIR Perkin Elmer Espectrun ONE -Espectrofotômetros de Absorção I.V. FTIR DA8 Bomem -Espectrofotômetros de Absorção I.V. FTIR MB100 Bomem -Espectrofotômetros de Absorção I.V. FTIR MB102 Bomem -Espectrofotômetro de Absorção U.V. -Vis- HP8452-A -Espectrofotômetro de Absorção U.V. -Vis HP8453 -Espectrofotômetro de Absorção U.V. -Vis Varian Cary 5 -Espectrofotômetro de Emissão em Plasma-ICP-modelo 3000DV-Perkin Elmer -Espectrômetro de Massas CG-MS Shimadzu QP5000 -Espectrômetro de Massas CG-MS Varian Saturn 2100D -Espectrômetro de Fluorescência de Raios -X - Shimadzu EDX700 -Espectrômetro de Microfluorescência de Raios-X - Shimadzu UEDX1300 -Espectrômetro de Ressonância Nuclear Magnética Bruker 250 Avance -Espectrômetro de Ressonância Nuclear Magnética Bruker 300 Avance -Espectrômetro de Ressonância Nuclear Magnética Bruker 400 AvanceII -Espectrômetro de Ressonância Nuclear Magnética Varian INOVA 500 -Espectropolarímetro J720- Jasco ORD 306 -Lupa Micronal -Microbalança- Perkin-Elmer modelo AD-6 -Microscópico Ótico E 800 Nikon -Monitor /impressora Sony -Microscópico Ótico Metalográfico de base invertida - C.Z. Jena - Metaval -Microscópio de Fluorescência Carl Zeiss- Jenalumar -Microscópio de Força Atômica - Shimadzu - SPM 9500J3 -Microscópio de Força Atômica - Topometrix Discoverer - TMX 2010 -Microscópio Eletrônico de Transmissão - Zeiss CEM902 -Microscópio Eletrônico de Varredura - MEV Jeol JMS 6360-Lv com -microssonda de Raios-X -Microscópio Eletrônico de Varredura de Emissão de Campo - Jeol 6340F -Microscópio Eletrônico de Varredura -JEOL T-300 com EDS -Microscópio Olympus CBK -Picnômetro Multivolumes 1305 Micromeritcs -Polarímetro-341 - Perkin Elmer -Porosímetro de Mercúrio QuantaChrome PoreMaster 1400m2 e possui um expressivo acervo impresso, eletrônico e multimídia com cerca de 15.000 exemplares de materiais impressos, entre livros, obras de referência, handbooks, entre outros, 418 títulos de periódicos correntes e não correntes internacionais e nacionais, 2557 teses e dissertações e obras raras. No total a universidade assina 3.557 títulos de periódicos, 110 bases de dados e 331.017 ebooks. Por meio do Portal da Capes estão disponíveis 37.073 títulos de periódicos e 422 bases de dados. A Divisão de Apoio Técnico Operacional é composta por 6 oficinas, a saber: Eletrônica, Manutenção, Mecânica, Mecânica Fina, Vidraria e Marcenaria. As oficinas atuam em manutenção elétrica, hidráulica, refrigeração, eletrônica e pneumática, peças de serralheria e de vidraria. Nas dependências do Instituto, está sediada a All Química Consultoria Júnior, que é uma entidade sem fins lucrativos, gerenciada e dirigida por alunos de graduação, com o objetivo de prestar consultoria nas diversas áreas da química, para micro, pequenas e médias empresas, além de proporcionar ao graduando um maior contato com a realidade profissional. Dentre suas atribuições estão vários projetos realizados, tanto em pesquisa quanto em desenvolvimento tecnológico. A All Química Consultoria Júnior pode ser contactada através de sua página http://www.allquimica.iqm.unicamp.br . No Instituto de Química também está sediada a Central Analítica, órgão preparado para oferecer uma vasta gama de serviços, tais como: análise qualitativa e quantitativa clássicas, aplicação de metodologias analíticas, desenvolvimento de novos procedimentos e de métodos analíticos, desenvolvimento de produtos, melhoria de processos, análise de efluentes sólidos, líquidos e gasosos, pesquisa bibliográfica ampla, metrologia química e programas de qualidade. Mantém diferentes convênios institucionais dos quais pode-se citar o estabelecido com a Agência Nacional de Petróleo - ANP, para controle de qualidade de combustíveis automotivos. O Instituto tem 84 docentes (sendo 08 colaboradores voluntários), todos em regime de tempo integral e dedicação exclusiva e com, no mínimo, o grau de Doutor em Ciência. Desde sua criação, publicou cerca de 3500 artigos em revistas científicas nacionais e principalmente internacionais, e cerca de 8000 trabalhos foram apresentados em reuniões científicas no Brasil e no exterior. As linhas de pesquisa são: Aluminossilicatos: Síntese Sol-Gel; Aplicação de Cálculos Teóricos a Estrutura de Moléculas Orgânicas; Bio-orgânica; Calorimetria e Microcalorimetria; Catálise; Cerâmicas Biocompatíveis de Fosfatos de Cálcio; Ciência de Materiais: Polímeros; Combustão: Radicais e Mecanismos; Desenvolvimento de Novas Metodologias Sintéticas; Energética de Ligações; Ensino de Química; Equilíbrios Químicos em Solução; Espectrometria de Massas; Espectroscopia de Ressonância Magnética Nuclear; Espectroscopia Vibracional; Físico-Química Orgânica; Fotoquímica e Fotofísica Clássica e com Lasers; Geoquímica Orgânica; Instrumentação e Automação em Química Analítica; Métodos Analíticos de Separação; Métodos Cinéticos em Química Analítica; Métodos de Análise de Toque; Métodos de Separação Química por Membranas; Métodos Eletroanalíticos; Métodos Espectroanalíticos; Modelagem de Condutores Semi-Amorfos; Preparo de Amostras; Produtos Naturais; Química Ambiental; Química Biológica; Química Coloidal; Química de Coordenação; Química de Materiais; Química Teórica; Quimiometria; Reologia Elétrica e Magnética; Sínteses Totais e Parciais de Moléculas Orgânicas; Termodinâmica; Termoquímica. O Instituto de Química oferece dois Cursos de Química: a) O Curso de Química, oferecido no período diurno, que forma profissionais nas modalidades Bacharelado, Bacharelado em Química Tecnológica e Licenciatura. O Bacharelado em Química é cursado por alunos que querem preparar-se para carreiras no ensino superior, em pesquisa e desenvolvimento (em universidades, institutos de pesquisa e empresas) e em atividades de análise química e controle ambiental. O Bacharel em Química Tecnológica tem habilitação profissional para diversas atividades de P&D, assistência técnica e produção industrial. O Licenciado pode exercer o magistério médio e superior. b) O Curso de Química - Modalidade Tecnológica, oferecido no período noturno, é cursado por alunos que desejam exercer, primordialmente, atividade industrial. Além de tudo isso, o IQ tem 1/3 da responsabilidade do oferecimento do novo curso de Farmácia, que teve sua primeira turma ingressante em 2004, com 40 vagas disponibilizadas no vestibular. A responsabilidade é compartilhada pela Faculdade de Ciências Médicas (FCM), Instituto de Biologia (IB) e o próprio IQ. A intensa participação do corpo docente do Instituto em convênios e assessorias técnicas a indústrias reflete-se no ensino oferecido, desenvolvendo nos alunos sensibilidade para as necessidades da indústria nacional. A meta básica do ensino ministrado é formar profissionais com sólidos conhecimentos científicos e tecnológicos fundamentais e com tendência à criatividade e ao auto-desenvolvimento, capazes de agir e pensar de modo independente, de forma a assimilar e promover o desenvolvimento da Química no país e no mundo. Ingressam anualmente no curso de graduação cerca de 110 alunos, dos quais 70 no período diurno e 40 no período noturno. Além das disciplinas lecionadas para os cursos de Química, o Instituto leciona disciplinas de Química para aproximadamente outros 2000 alunos dos cursos diurnos de Geociências, Biologia, Física e Engenharias Química, Mecânica, Elétrica, Agrícola, Alimentos e de Computação e dos cursos noturnos de Biologia, Física, Licenciatura Integrada em Química e Física e Engenharias Química, Elétrica e de Alimentos. O programa de pós-graduação em Química oferece a possibilidade de obtenção de mestrado e doutorado nas áreas de Química Analítica, Química inorgânica, Química Orgânica e Físico-Química, em aproximadamente 40 linhas de pesquisa específicas. O programa vem sendo periodicamente avaliado pela CAPES, sendo continuadamente situado dentre os melhores do país na área da Química. Ingressam anualmente cerca de 110 novos alunos, havendo cerca de 450 alunos matriculados no programa. Pelas dimensões e pela qualidade da pós-graduação, o Instituto de Química constitui-se num dos grandes centros brasileiros de pesquisa e formação de pesquisadores e bons professores universitários nas principais áreas da Química, estendendo-se sua influência sobre todo o território nacional.